Home / Soluções

REÚSO EM LAVA-RÁPIDOS

baixar descritivo técnico

Os lava a jato, ou lava-rápidos, são responsáveis pelo consumo de cerca de 739.000 m³ de água por dia, apenas no Brasil. Tal volume é o equivalente ao consumo de toda a população do estado do Espírito Santo. Após a crise hídrica que atingiu o país nessa década, observou-se um aumento na preocupação da população com a segurança hídrica na sociedade atual. Todas as esferas, desde o governo federal até o municipal, investiram em medidas visando a redução no consumo de água potável a fim de minimizar os efeitos da crise.

Diversos municípios aumentaram o rigor em suas leis de gestão dos recursos hídricos, impactando diretamente em atividades com elevado consumo de água, como umectação de vias, irrigação de jardins em áreas públicas, manutenção de praças e chafarizes, e lava a jatos.

Especificamente no caso dos lava a jatos, os projetos de lei municipal instituíram a obrigatoriedade da utilização de água de reuso para lavagem de veículos, bem como aproveitamento de água de chuva em diversas cidades do Brasil. Alguns exemplos são: São Paulo (Lei nº 16.160/15), Vitória (Lei nº 10.624/17), Rio de Janeiro (Lei nº 328/15) Salvador (Lei nº 8.902/15), entre outros.

A Fluxo apresenta, dentre suas soluções, sistemas compactos de tratamento físico-químico do efluente de lavagem de veículos. Apresentando um payback reduzido, o sistema promove uma economia considerável de água (até 90%), uma vez que todo o efluente gerado no processo de lavagem é tratado e reutilizado novamente. As EPAR Fluxo são sistemas de baixo custo de implantação e facilidade de operação e manutenção, sendo construídos em plástico reforçado com fibra de vidro (PRFV), apresentam elevada resistência e vida útil.

Por que reutilizar?

  • Atende à legislação vigente que prevê o reuso de efluente de lavagem de veículos;
  • Economia de até 90% do consumo do volume de água;
  • Retorno financeiro a curto prazo;
  • Apelo sustentável;

Etapas do sistema

 

  1. 1 – Estação Elevatória de Efluente
  2. 2 – Reservatório de Água Bruta
  3. 3 – Floculador granular
  4. 4 –  Decantador secundário
  5. 5 – Filtração terciária (Areia)
  6. 6 – Reservatório de retrolavagem + estação elevatória de água de reuso

 

Fluxograma

EPAR

Etapas do sistema

 

  1. 1 – Estação Elevatória de Efluente
  2. 2 – Reservatório de Água Bruta
  3. 3 – Floculador granular
  4. 4 –  Decantador secundário
  5. 5 – Filtração terciária (Areia)
  6. 6 – Reservatório de retrolavagem + estação elevatória de água de reuso

 

Fotos

Solicite seu orçamento